Estudo avalia fontes de financiamento para pagamento de taxas de processamento de artigos em acesso aberto

Estudo avalia fontes de financiamento para pagamento de taxas de processamento de artigos em acesso aberto

Por Lilian Nassi-Calò Um recente estudo sobre o efeito das taxas de processamento de artigos (article processing charge, APC) na publicação em acesso aberto (AA) comentado neste blog avaliou a carga financeira deste investimento por autores da Índia e seu efeito na disseminação dos resultados de pesquisa em publicações de vários países. A pesquisa apontou que, a despeito da disponibilidade de inúmeros periódicos de acesso aberto da Índia e de outros países que não cobram APC, os pesquisadores indianos investiram cerca de US$ 2,4 milhões por ano entre 2010 e 2014 em taxas de publicação de veículos de maior impacto com o objetivo de aumentar a visibilidade e a probabilidade de ter seus trabalhos citados. A publicação em acesso aberto financiada por meio de APC é a forma de comunicação em periódicos que mais cresce em todo o mundo. Estima-se que o número de artigos nesta modalidade aumente na razão de 2% ao ano. Entretanto, para muitos pesquisadores, as taxas podem constituir um sério…

Fonte: Estudo avalia fontes de financiamento para pagamento de taxas de processamento de artigos em acesso aberto

Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta

Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta

Em um modelo a ser adotado por muitos periódicos científicos em pouco tempo, a autora Lilian Nassi-Calò destaca pontos importantes e apresenta o panorama deste modelo de avaliação por pares, como segue em parte no texto abaixo e também disponível no link para o artigo do Scielo em Perpectiva. Continuar lendo “Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta”

Estudo aponta que artigos publicados em inglês atraem mais citações – Por Lilian Nassi-Calò

Estudo aponta que artigos publicados em inglês atraem mais citações – Por Lilian Nassi-Calò

São inúmeros os fatores que influenciam a prática de citações na comunicação científica. Se bem que extremamente subjetivos, os motivos que levam um autor a citar um e não outro artigo podem ser classificados em poucas categorias, independentemente da área do conhecimento. Basicamente, os autores privilegiam em suas citações a relevância, argumentação, o veículo (periódico), as relações profissionais e/ou pessoais com colegas, concorrentes ou colaboradores, as relações de troca, a consistência metodológica e ainda decisões psicossociais.

Leia na integra