Estudo avalia fontes de financiamento para pagamento de taxas de processamento de artigos em acesso aberto

Estudo avalia fontes de financiamento para pagamento de taxas de processamento de artigos em acesso aberto

Por Lilian Nassi-Calò Um recente estudo sobre o efeito das taxas de processamento de artigos (article processing charge, APC) na publicação em acesso aberto (AA) comentado neste blog avaliou a carga financeira deste investimento por autores da Índia e seu efeito na disseminação dos resultados de pesquisa em publicações de vários países. A pesquisa apontou que, a despeito da disponibilidade de inúmeros periódicos de acesso aberto da Índia e de outros países que não cobram APC, os pesquisadores indianos investiram cerca de US$ 2,4 milhões por ano entre 2010 e 2014 em taxas de publicação de veículos de maior impacto com o objetivo de aumentar a visibilidade e a probabilidade de ter seus trabalhos citados. A publicação em acesso aberto financiada por meio de APC é a forma de comunicação em periódicos que mais cresce em todo o mundo. Estima-se que o número de artigos nesta modalidade aumente na razão de 2% ao ano. Entretanto, para muitos pesquisadores, as taxas podem constituir um sério…

Fonte: Estudo avalia fontes de financiamento para pagamento de taxas de processamento de artigos em acesso aberto

Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta

Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta

Em um modelo a ser adotado por muitos periódicos científicos em pouco tempo, a autora Lilian Nassi-Calò destaca pontos importantes e apresenta o panorama deste modelo de avaliação por pares, como segue em parte no texto abaixo e também disponível no link para o artigo do Scielo em Perpectiva. Continuar lendo “Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta”

Publicado o vol. 9., núm. 3 da EntomoBrasilis (set-dez 2016)

Publicado o vol. 9., núm. 3 da EntomoBrasilis (set-dez 2016)

Publicado o volume 9, número 3 (set. – dez. 2016). São 10 artigos, um de revisão e nove originais, sendo um como uma nova espécie de Hymenoptera, além destes temos mais cinco comunicações científicas. Acesse a pauta no aqui ou no link a seguir (http://www.periodico.ebras.bio.br/ojs/index.php/ebras/issue/view/ebrasilis.v9i3/showToc)

William Costa Rodrigues
Editor Chefe da EntomoBrasilis

Continuar lendo “Publicado o vol. 9., núm. 3 da EntomoBrasilis (set-dez 2016)”

Estudo aponta que artigos publicados em inglês atraem mais citações – Por Lilian Nassi-Calò

Estudo aponta que artigos publicados em inglês atraem mais citações – Por Lilian Nassi-Calò

São inúmeros os fatores que influenciam a prática de citações na comunicação científica. Se bem que extremamente subjetivos, os motivos que levam um autor a citar um e não outro artigo podem ser classificados em poucas categorias, independentemente da área do conhecimento. Basicamente, os autores privilegiam em suas citações a relevância, argumentação, o veículo (periódico), as relações profissionais e/ou pessoais com colegas, concorrentes ou colaboradores, as relações de troca, a consistência metodológica e ainda decisões psicossociais.

Leia na integra

Como se relacionam pesquisadores e jornalistas no Brasil?

Por Lilian Nassi-Calò Foto: Silke Remmery. Historicamente, a relação entre cientistas e a imprensa mostrou-se difícil, tempestuosa e muitas vezes desprovida de confiança. A despeito disso, ambos precisam um do outro: pesquisadores precisam comunicar suas descobertas ao público, e o fazem por intermédio dos jornalistas; por outro lado, os veículos de comunicação se beneficiam com a publicação de notícias da ciência, que despertam a atenção dos leitores. Neste sentido, a iniciativa sem fins lucrativos sediada no Reino Unido Sense About Science organizou uma série de workshops denominados Jovens Vozes da Ciência (Voice of Young Science), cujo objetivo é fomentar o contato entre jovens pesquisadores e jornalistas científicos. Os workshops encorajam pesquisadores a falar ao público leigo sobre suas descobertas, bem como responder a questões da mídia sobre temas de ciência. Muitos cientistas admitem que tratar de temas complexos referente à sua pesquisa com jornalistas não é tarefa das mais

Fonte: Como se relacionam pesquisadores e jornalistas no Brasil?

É possível normalizar métricas de citação?

Por Lilian Nassi-Calò Foto: antony_mayfield. A avaliação da ciência em geral e do desempenho de pesquisadores, periódicos, instituições e países, em particular, utiliza uma variedade de indicadores bibliométricos. A maioria deles é baseada em citações, ainda que recentemente, indicadores que consideram compartilhamento em mídias sociais vem ganhando momento e credibilidade por parte da academia e da sociedade. A prática de citação de artigos científicos é influenciada por uma série de fatores e não é possível estabelecer uma relação direta e inequívoca entre citações e mérito científico, como seria desejável. De fato, estudos indicam que nem sempre o artigo mais citado de um autor representa seu melhor trabalho, em sua própria opinião. Os indicadores bibliométricos representam, entretanto, muito mais do que uma indicação da visibilidade, relevância e impacto de artigos. Todo o perfil da carreira de um pesquisador pode ser resumido em um ou mais indicadores numéricos de produtividade e

Fonte: É possível normalizar métricas de citação?

Citações dos Artigos publicados na EntomoBrasilis

Citações dos Artigos publicados na EntomoBrasilis

Desde 2013 iniciamos o acompanhamento das citações do artigos publicados na EntomoBrasilis, através do Gogle Acadêmico, obviamente não é único instrumento de medição, mas nos permite avaliar como está, em parte, a inserção da nossa revista no meio acadêmico mundo a fora. Continuar lendo “Citações dos Artigos publicados na EntomoBrasilis”